[RESENHA] A improvável jornada de Harold Fry.


Abrindo a parte de resenhas do procura-se ideias escolhi comentar sobre "A improvável jornada de Harold Fry". Fui para a livraria sem minha lista de exemplares desejados e admito que comprei este pela capa. Não me arrependi, pois o conteúdo do livro é tão fofo quando o seu layout.

O livro é breve, tem 242 páginas e dá muito bem para ser lido em um dia de folga. Tem 32 capítulos com diálogos rápidos, que dão voz desde ao personagem principal, Fry, até sua esposa Maureen. A história - como o título já diz - narra a trajetória de Harold, que ao responder a carta de sua amiga Queenie, embarca em uma viagem até o outro lado da Inglaterra. 

Na carta de Queenie, o velho senhor descobre que sua amiga está com câncer terminal, internada em uma casa de repouso na Escócia. Consternado, ele caminha até os correios afim de enviar a sua resposta. Fry encontra um amigo que pensa que o melhor a se fazer é entregar a carta pessoalmente e, pensando na vida e destinado a seguir o conselho, Harold sai de Londres e inicia sua jornada, obstinado a andar 600 milhas. 



Há uma parte do livro que me faz lembrar do filme "Forrest Gump: o contador de histórias", pois o ato de Harold se torna tão notável que a imprensa e diversas pessoas começam acompanha-lo em seu caminho. O livro é uma jornada pelas lembranças e podemos acompanhar a busca individual de Harold pelo sentido da vida. Após envelhecer e ter uma cômoda vida em uma pacata cidade do interior, a decisão do velho senhor serve para muitos como inspiração. 

O final do livro dá vontade de chorar. Após toda a caminhada e todos os pensamentos, Harold se mostra totalmente indefeso nos seus 63 anos, quando enfim, se dá de cara com a morte. Rachel Joyce consegue captar muito bem nesse livro os detalhes que conseguimos esquecer a partir do momento que adotamos um estilo monótono em nossas vidas. MEXEU COM O MEU CORAÇÃO <3

Esse livro é da Editora SUMA e por maravilhosos 20 reais você consegue levar ele para casa. Tá a venda na SARAIVA, e também no SUBMARINO




Deixe sua opinião